Conteúdo principal

“Paraíba Cultural” vai homenagear ícones da cultura e levar ao palco vários artistas durante quatro dias

Grandes nomes da cultura do Estado serão homenageados dentro do projeto “Paraíba Cultural”. O evento tem a promoção do Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio da Escola Superior da Magistratura (Esma), em parceria com a Rádio Tabajara. Zé Marcolino, Lourdes Ramalho e Sivuca são os artistas que recebem o reconhecimento por tudo que fizeram e fazem pela arte brasileira, sobretudo, pelo Nordeste.

A programação tem início no dia 03 de junho e vai até o dia 06 do mesmo mês. O auditório do Fórum Cível de João Pessoa será o palco para os quatro dias de muita cultura.

De acordo o diretor da Esma, desembargador Luiz Silvio Ramalho Júnior, a Escola “idealizou esta semana como forma de se aproximar ainda mais da sociedade pela execução de ações que enaltecem e valorizam as artes e a cultura”. O magistrado destacou, por outro lado, que o “Paraíba Cultural” tem ainda como objetivo estimular a participação de magistrados e servidores na programação, quer como expectadores ou como artistas.

O juiz Onaldo Rocha de Queiroga, da Comissão Organizadora do evento, enfatizou a importância da Rádio Tabajara como veículo fomentador e divulgador da cultura paraibana, ao longo de sua história. “A Tabajara vai participar do evento com exposição, documentário e atrações desenvolvidas pelos seus profissionais”, adiantou o magistrado.

Além de Onaldo Queiroga, fazem parte da Comissão a diretora do Fórum Cível da Capital, a juíza Agamenildes Arruda Vieira Dantas, a gerente Acadêmica da Esma, professora Fátima Pessoa, e a radialista Maria Eduarda Santos, superintendente da Tabajara.

José Marcolino Alves será lembrado no segundo dia do “Paraíba Cultural” (04/06). Natural de Sumé, revelou-se um apaixonado pelas tradições nordestinas, tendo em suas músicas evidenciado a paisagem do Cariri e a fortaleza de seu povo. O xote, “Numa sala de reboco”, em parceria com Luiz Gonzaga, é uma das músicas mais executadas no cancioneiro nordestino.

A dramaturga Maria de Lourdes Nunes Ramalho será a artista homenageada no terceiro dia do projeto (05/06). Ela nasceu em uma família de artistas e educadores e desde a adolescência iniciou sua produção literária voltada para o teatro. Em seu trabalho apaixonado pelo universo teatral registra-se quase uma centena de textos de variados gêneros, que ganharam os palcos pelo trabalho de diversos grupos, além de expressivo número de premiações em concursos e festivais.

O terceiro e último dia da programação (06/06) será dedicado ao grande Sivuca . Natural de Itabaiana-PB, Severino Dias de Oliveira, mais conhecido como Sivuca, foi um dos maiores artista do Brasil, destacando-se como maestro, arranjador, compositor, orquestrador, cantor, multi-instrumentista e excepcional executante da sanfona. Este grande mestre divulgou a música nordestina pelo mundo e contribuiu de forma significativa para o enriquecimento da música brasileira com suas composições.
Programação:
03/06 – A partir das 17h
Sibelius Donato (Piano)
Josenildo Ribeiro (Sax)
Gusthavo Ribeiro (Violão de 7 cordas)
Gonçalo Júnior, com Palestra Motivacional “A Felecidade”
Exposição da Rádio Tabajara

04/06 – A partir das 14h
Programa de auditório da Rádio Tabajara
17h – Mateus Dantas (Violino)
Edailton Medeiros (Violão)
Josias Braga e o Grupo Raízes do Forró
Adilson Medeiros, com participação especial de Bira Marcolino

05/06 – A partir das 14h
Programa de auditório da Rádio Tabajara
17h – Orquestra Armorial Marista “Ariano Suassuna”
Fernando Patriota (Recital)
Matheusinho interpretando Jessier Quirino
Cia Oxente, com a peça “Por que a noiva botou o noivo na Justiça”.

06/06 – A partir das 17h
Oliveira de Panelas
Marcos Willian (Teclado e violão)
Ailton Nunes (Sax e violão)
Glorinha Gadelha e Valtinho do Acordeon
Jadir Camargo (Seresta)
Gecom – Fernando Patriota

DICOM Diretoria de Comunicação Institucional

  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611