Conteúdo Principal
Publicado em: 17/03/2021 - 17h44 Atualizado em: 17/03/2021 - 20h49 Tags: Reunião, Oficiais de Justiça

Diretor do fórum cível se reúne com entidades representativas dos oficiais de justiça

Na manhã desta quarta-feira (17), o juiz Herbert Lisboa, diretor do fórum cível da capital, se reuniu com a associação dos oficiais de justiça do Estado da Paraíba e com o Sindicato da respectiva classe para tratar de diversos temas relacionados aos serviços judiciários desenvolvidos no referido fórum. 

A diretoria anunciou que, mediante autorização do Presidente Saulo Benevides e a pedido da OAB/PB, no Adm 2021019930, disponibilizará a partir de abril do corrente ano celulares institucionais (linhas de números 99143-0483 e 99143- 5057), para uso pelos oficiais de justiça plantonistas em cumprimento a mandados de natureza cível, a fim de facilitar a comunicação com juízes, servidores e advogados.

As linhas serão amplamente divulgadas e publicizadas para o público em geral. “Afinal, neste momento pandêmico  Precisamos ampliar e reforçar as ferramentas de comunicação com os jurisdicionados e operadores do direito” , afirmou o Juiz Herbert Lisboa. 

O diretor do fórum falou ainda sobre a lei estadual n.11.838/2021 que institui o Fundo Especial de Custeio das Despesas com diligências dos oficiais de justiça.  Asseverou que, segundo o juiz auxiliar da Presidência Euler Jansen, em breve o TJPB formará comissão para elaborar normativo e regulamentar a referida legislação.  Até lá o sistema de custeio de diligências continuará seguindo a regra atual, salvo orientação superior do Presidência do tribunal.

O diálogo foi bastante proveitoso e o diretor também afirmou  o seu desejo de realocar ainda este ano a central de mandados, que hoje fica situada no subsolo do fórum, para o térreo, próximo à diretoria e demais setores administrativos.

O juiz Herbert Lisboa realçou o interesse em manter o diálogo, a harmonia com a classe e pontuou  que o maior patrimônio do Poder Judiciário é o servidor e, por isso, merece ser ouvido antes de qualquer tomada de decisão por parte da Diretoria do fórum.  Por fim, pediu a compreensão de todos em razão desse difícil momento de saúde pública e que, tão logo a diretoria receba computadores e impressoras novas, priorizará o atendimento à central de mandados. 

Participaram da reunião o presidente e vice presidente do sindojus, Joselito e Noberto; o presidente e vice da AOJEP, Luiz Luna e Franciélio. Também presentes,  a gerente do fórum, Ana Valdete, o chefe do protocolo Ginaldo Lago, o chefe da central de Mandados Emanuel Ramalho, a oficiala Fernanda Suassuna, além do diretor jurídico da classe, Miranda, que também usou da palavra após a manifestação de todos os representantes presentes. 

O presidente do Sindojus, Joselito Bandeira Vicente, avaliou positivamente a reuniao. “Vemos como um sinal muito positivo, uma mudança de comportamento e um espaço de diálogo que demonstra a humanização da gestão”, disse Joselito, acrescentando que espera com essa reunião ser só o começo de uma relação harmoniosa e produtiva. “A intenção do Sindojus é que a nossa relação seja um tripé, ou seja, que ela seja boa para o Oficial de Justiça, para o Tribunal de Justiça e para a sociedade paraibana”, disse.

Do mesmo modo, o vice-presidente do Sindojus, Noberto Carneiro, falou dessa linha de trabalho do juiz Herbert Lisboa com as categorias, que é abertura do diálogo. “Isso é importante para os oficiais de Justiça para que se sintam incluídos nas questões que dizem respeito ao Poder Judiciário, bem como nos colocamos parceiros da gestão, tanto do Fórum Cível como da Presidência do Tribunal de Justiça”. 

Para o presidente da Associação dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (AOJEP), Luiz Luna, a demonstração de querer um maior acerto em uma gestão é o diálogo, uma forma harmoniosa de agir e promover uma relação onde todas as partes envolvidas devem ser respeitadas e valorizadas. “Ficamos felizes em ver entidades e a direção do Fórum Cível da Capital em um bom diálogo e cremos em dois anos de boa produtividade e melhor reconhecimento por parte do TJPB. O juiz Herbert Lisboa está de parabéns pela iniciativa, bem como as entidades no sentido de caminhar no sentido da integração de ideias e projetos”, falou.

Por Marcos Vinícius/Gecom-TJPB

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611