Conteúdo Principal
Publicado em: 19/03/2021 - 17h00 Tags: Reunião, Meta 6 CNJ

Grupo da Meta 6 discute planejamento de ações para 2021 

Juiz Eduardo José de Carvalho

O grupo de magistrados e servidores, responsável pelo cumprimento da Meta 6 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no âmbito do Primeiro Grau do Poder Judiciário estadual, esteve em reunião virtual, com o objetivo de organizar no sistema do TJPB (Iniciativas Institucionais – Projetos e Ações), o planejamento executivo dos trabalhos da Meta 6 para este ano. Identificar e julgar até 31/12/2021, 60% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2017 no 1º grau, e 80% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2019 no 2º grau são os objetivos da Meta 6.

Segundo explicou o coordenador da Meta 6, no Primeiro Grau de Jurisdição, juiz Eduardo José de Carvalho, o encontro virtual seguiu orientação e comando da gestora das Metas no TJPB, desembargadora Maria das Graças Morais Guedes (vice-Presidente do Tribunal de Justiça) e contou com a participação da gerente de Projetos, Ana Caroline Leal e dos servidores Helder e Mário. Ainda, conforme o magistrado, ficaram acordados vários pontos referentes ao cumprimento da Meta, dentre eles, a inclusão do Novo Assunto no Processo Judicial eletrônico (Direito Coletivo), está em andamento e o acesso, já liberado, ao PJe às unidades judiciárias que possuem acervo.

Eduardo Carvalho ressaltou, da mesma forma, que, com o novo modelo (Iniciativas Institucionais – Projetos e Ações), adotado pela desembargadora Graça, no qual são delimitadas as ações e os passos a serem seguidos, o que foi feito e realizado em comum acordo com os juízes que participaram da reunião virtual e todos que trabalham na gestão estratégica do Tribunal. A perspectiva é que possam alcançar, o máximo possível, da meta interna do Tribunal, bem como da Meta 6. 

“Estamos buscando alcançar, pelo menos, 80% deste planejamento. Se chegarmos a 100% será melhor ainda. Estamos trabalhando motivados com essa vontade”, pontuou, acrescentando que, além disso, têm por objetivo já iniciar a análise dos processos que poderão ingressar para a Meta em 2022. “Isso é um desafio muito grande, porque além de trabalharmos com um estoque de mais de 380 feitos para julgamento, nós estamos antecipando os processos do ano que vem”, frisou Eduardo Carvalho. 

O grupo do cumprimenta da Meta 6 é composto pelos magistrados Eduardo José de Carvalho, Juliana Maroja e Alessandra Varandas, os assessores Jurídicos, Elmer Egypto, Eduardo Pinheiro, Georgiana Guerra, e os assessores Administrativos, Líria Melo e Agnelo Oliveira.

Por Lila Santos/Gecom-TJPB.

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611