Conteúdo Principal
Publicado em: 13/05/2021 - 11h44 Atualizado em: 14/05/2021 - 16h45 Comarca: João Pessoa Tags: Reunião, Produtividade, Cartórios unificados 

Reunião discute boas práticas e produtividade dos cartórios unificados 

Analisar o desenvolvimento dos trabalhos executados nos Cartórios Unificados dos Juizados Especiais, Varas da Fazenda Pública e de Família. Foi com esse objetivo que o diretor do Fórum Cível da Capital, juiz Herbert Lisboa, se reuniu, nessa quarta-feira (12), com os juízes Ademar Leite, Antônio Carneiro e Sivanildo Torres, diretores adjuntos dos cartórios citados, respectivamente. Também participaram da reunião os chefes de cartórios, os chefes adjuntos e a gerente de Projetos do TJPB, Ana Caroline Leal.

“Em função dos 100 dias da atual gestão, capitaneada pelo Desembargador Saulo Benevides, a diretoria do Fórum Cível, que acumula a direção dos cartórios unificados, convidou os referidos magistrados e servidores para discutirem boas práticas e a produtividade coletiva e individual dos cartórios”, ressaltou o juiz Herbert Lisboa. O diretor do Fórum Cível destacou a importância do espírito integrado de todos e elogiou a organização das atividades desenvolvidas pelos cartórios.

Na ocasião, a gerente de projetos do TJPB, Carol Leal, apresentou sugestões de como melhor acompanhar o desempenho da unidade e dos servidores, por meio dos painéis de BI (Business Intelligence), desenvolvidos pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), que permitem a análise da performance das unidades judiciárias atendidas pelos cartórios unificados, sendo eles: Painel de Metas, Painel PJE e Painel de Produtividade Individual. “Os dados extraídos por estes painéis permitem análises dinâmicas e em tempo real, auxiliando as coordenadorias e chefias dos cartórios unificados na adoção de estratégias que melhorem ainda mais a performance das unidades, buscando com tudo isso maior celeridade processual”, explicou a gerente. 

O Cartório Unificado visa diretamente a padronização de cumprimentos por competência, melhor divisão de tarefas, métodos de trabalho e, por consequência, agilidade processual. Na reunião, os juízes observaram que a metodologia de trabalho dos unificados está propiciando uma excelente produtividade, tudo dentro de um ambiente de equipe e de gestão processual.

“Avalio a atuação dos cartórios unificados como positiva. Houve uma melhoria considerável nos andamentos dos processos. Além disso, tem ainda o condão de equalizar a quantidade de servidores nas varas”, ressaltou o juiz Sivanildo Torres. 

Para o juiz Antônio Carneiro, a implantação dos Cartórios Unificados segue uma tendência de modernização da governança judicial. “Otimiza o trabalho humano, padroniza os procedimentos cartorários e possibilita uma macrovisão do serviço judicial. E o mais importante, busca oferecer um Estado-Juiz a serviço da sociedade, eficiente e humanizado”, afirmou.

Por Gabriella Guedes/Gecom-TJPB

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611