Conteúdo Principal
Publicado em: 05/10/2020 - 18h08 Atualizado em: 02/02/2021 - 16h42 Tags: Planejamento Estratégico, Reunião, Revisão da Estratégia do TJPB para 2021-2026

Revisão da Estratégia do TJPB para 2021-2026 é tema de reunião por videoconferência

Na tarde desta segunda-feira (5), o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, participou de uma reunião, por videoconferência, sobre Revisão da Estratégia do TJPB para o sexênio 2021-2026. Além das metas a serem alcançadas, os participantes debateram e indicaram nomes de magistrados do Poder Judiciário estadual para as coordenações dos 12 macrodesafios apresentados aos tribunais pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e que devem ser implantados e desenvolvidos nos próximos seis anos.

“Considerei a reunião muito proveitosa. É importante ressaltar que o planejamento é a bússola de qualquer gestor. Temos a missão de focar nos servidores e magistrados, proporcionando-lhes melhor qualidade de trabalho e menos estresse. Tenho a absoluta certeza que meus sucessores darão continuidade, também, ao melhoramento tecnológico do Poder Judiciário estadual”, comentou Márcio Murilo, ao final do encontro de trabalho.

De acordo com o desembargador Fred Coutinho, que coordenou a reunião on-line, os nomes indicados para gerir cada macrodesafio serão oportunamente divulgados. “Ainda nesta segunda-feira, vou entrar em contato com cada magistrado indicado pelos participantes da reunião e informar a importância dessa grande missão, para o Judiciário e para toda a sociedade”, adiantou.

Já o desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides afirmou que o presidente do Tribunal de Justiça deu início a uma nova era no Judiciário estadual. “O desembargador Márcio Murilo é um marco na história desse Tribunal. Ele estabeleceu metas e cumpriu cada uma delas. Agregou comarcas e as fez ainda mais produtivas, como colocou o Tribunal de Justiça da Paraíba em outro patamar tecnológico”, pontou. 

Também participaram da reunião os desembargadores João Benedito da Silva e Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, além do presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), Max Nunes, do juiz auxiliar da Presidência do TJPB, Meales Melo, da gerente de Projetos do TJPB, Carolina Leal, da gerente de Estatísticas, Renata Grigório, e do assessor do desembargador Fred Coutinho, Fernando Antério.

Os Macrodesafios – O Conselho Nacional de Justiça estabeleceu os seguintes Macrodesafios aos tribunais: Garantias dos Direitos Fundamentais; Fortalecimento da Relação Institucional do Judiciário com a Sociedade; Agilidade e Produtividade na Prestação Jurisdicional; Enfrentamento à Corrupção, à Improbidade Administrativa e Atos Ilícitos Eleitorais; Prevenção de Litígios e Adoção de Soluções Consensuais para os Conflitos; Consolidação do Sistema de Precedentes Obrigatórios; Promoção da Sustentabilidade; Aperfeiçoamento da Gestão da Justiça Criminal; Aperfeiçoamento da Gestão Administrativa e da Governança Judiciária; Aperfeiçoamento da Gestão de Pessoas; Aperfeiçoamento da Gestão Orçamentária e Financeira; e Fortalecimento da Estratégia Nacional de Tecnologia e de Proteção de Dados.

Por Fernando Patriota/Gecom-TJPB




 

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611