Conteúdo Principal
Publicado em: 27/08/2021 - 19h41 Tags: Workshop, TRE-PB, Votação eletrônico

Sistema de votação eletrônico no Brasil foi tema de workshop no TRE-PB

O Desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba e Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, (TRE-PB), Joás de Brito Pereira Filho, abriu o II Workshop sobre o “Sistema de Votação Eletrônico no Brasil”. O evento foi transmitido ao vivo, na manhã desta sexta-feira (27), pelo canal oficial da Corte Eleitoral no Youtube e foi promovido em parceria com a Escola Judiciária Eleitoral (EJE-PB).

O objetivo do evento foi apresentar ao público interno e externo os principais elementos acerca da segurança dos sistemas eletrônicos de votação da Justiça Eleitoral, de forma que, os magistrados e servidores estejam capacitados a replicar os argumentos técnicos, e a sociedade civil possa participar do debate e contribuir com a discussão e o aperfeiçoamento da eficiência e segurança dos serviços ofertados pelo órgão público.

“Este é um dos temas mais importantes e atuais do momento. Nos últimos dias, o voto eletrônico foi objeto de muitos debates de discussões. Nosso papel é deixar claro à sociedade que a urna eletrônica é o sistema mais seguro de votação e acompanha os avanços tecnológicos, sempre voltados à defesa da democracia”, sustentou o Presidente do TRE-PB. O magistrado disse, também, que só a possibilidade de um eventual voto impresso “é um grande retrocesso”.

O Presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, ressaltou a importância do evento para esclarecer a respeito da segurança das urnas eletrônicas e parabenizou a Corte Eleitoral pela iniciativa. “O sistema eleitoral brasileiro é referência no mundo e não podemos aceitar retrocessos. O evento mostrando a segurança das urnas é um grande serviço prestado à sociedade”, afirmou o Desembargador. 
 
Durante do workshop, houve a palestra sobre a “Modernização do Sistema de Votação”, ministrada pelo convidado Bruno Cezar Andrade de Souza, que é mestre em Direito Constitucional, pela Universidade Estácio de Sá, especialista em Direito Eleitoral, pela Universidade Cândido Mendes, membro da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Política, e professor em cursos preparatórios para concurso público em matéria de Direito Eleitoral. Atualmente, integra a Comissão Permanente de Segurança do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e é o atual secretário de Gestão Ambiental e Estratégia do TSE.

“O mais importante é deixar claro aos cidadãos que existe transparência em todo o processo eleitoral. Os tribunais regionais trabalham irmanados com o Tribunal Superior Eleitoral, que sempre desenvolveu ações de excelência e aprimoramento constantes na tecnologia usada nas urnas eletrônicas”, ressaltou o palestrante.

Por Fernando Patriota

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611