Conteúdo Principal

Planejamento Estratégico

O Conselho Nacional de Justiça, ao editar a Resolução n.° 70, de março de 2009, procurou definir um modelo de gestão aplicável a todo Poder Judiciário, objetivando melhores resultados, mediante a definição de prioridades e diretrizes para a justiça brasileira, aliado a necessidade de se conferir maior continuidade administrativa aos tribunais, independentemente das alternâncias de seus gestores.

Com o fim de cumprir a sua função constitucional, garantindo a prestação jurisdicional com celeridade e otimizando a utilização dos recursos que lhe são destinados, o Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) entende ser necessário empreender, continuamente, um esforço de gestão estratégica voltado a alinhar de forma sistemática as ações desenvolvidas no dia a dia com os objetivos de médio e longo prazo da Instituição, consubstanciados nos seus direcionadores estratégicos.

No caso específico do TJPB, a Gestão Estratégica representa o primeiro grande desafio para a implementação das mudanças organizacionais e de gestão, capazes de alinhar a Instituição com os anseios da sociedade e com os mandatos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) consubstanciados nas metas estratégicas de nivelamento do Poder Judiciário em nível nacional.

Neste contexto, cabe à Gerência de Projetos e Gestão Estratégica (GEPRO) tanto coordenar as ações entre todas as partes envolvidas nesse complexo processo quanto realizar o acompanhamento dos resultados da implementação da Gestão Estratégica e dar-lhes a mais ampla divulgação.

A Gestão Estratégica prevê ainda ciclos de revisões estratégicas, nos quais a Administração Superior do TJPB, com o apoio da GEPRO, realiza a análise crítica dos resultados alcançados, na forma de indicadores de desempenho pertinentes a determinado período, e estabelece as ações necessárias à consecução dos objetivos planejados, mantendo o alinhamento com a estratégia nacional do Poder Judiciário estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Assim, visando cumprir com a Res. nº 325/2020 do CNJ e procurando revisar a estratégia local, no segundo semestre de 2020, o TJPB montou equipes interinstitucionais por macrodesafio, todas capitaneadas por magistrados e com a participação de atores externos, mas partícipes do Sistema de Justiça. Cada equipe atuou, de forma híbrida (presencial e virtual) na busca de iniciativas voltadas ao cumprimento dos objetivos previstos pela norma que dispõe sobre o Planejamento Nacional. Todo esse trabalho foi apreciado pela Comissão da Estrtégia que validou as ideias propostas e priorizou, para o prôximo biênio, identificando a ordem de todas elas. 

A coroação desse trabalho foi com a aprovação da Resolução Nº 35/2020, disponível no link a seguir, pelo Tribunal Pleno em dezembro.

 

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2021-2026

Resolução 35/2020 V. 03