Conteúdo Principal
Publicado em: 23/10/2019 - 12h22 Atualizado em: 04/11/2019 - 15h44 30/11/2019 - 23h55

DJe do dia 23 de outubro divulga candidatos aptos à prova oral do concurso para cartórios extrajudiciais

O Diário da Justiça eletrônico (DJe) desta quarta-feira (23) trouxe a relação dos candidatos aptos à prova oral do Concurso Público para a Outorga de Delegação de Serviços Notariais e Registrais do Estado da Paraíba, que ocorrerá no período de 24 a 30 de novembro. O DJe publica, ainda, a tabela de horários de prova, dias e bancas. A seleção para os cartórios extrajudiciais é promovida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses).

Na publicação do DJe, a Comissão do Concurso, que é presidida pelo vice-presidente do TJPB, desembargador Arnóbio Alves Teodósio, convoca os candidatos que tiveram suas inscrições deferidas nos termos do edital ou estando o respectivo processo sub judice para fazer a entregar da documentação da prova de títulos.

Sorteio - O desembargador Arnóbio Teodósio destaca que, no dia 29 deste mês (próxima terça-feira), às 9h, será realizada audiência pública, na Escola Superior da Magistratura (Esma), mesmo local de realização do exame, para o sorteio da ordem de participação de cada candidato na prova oral, com indicação do dia e hora do início de sua arguição e hora limite para entrada em sala de prova.

Os candidatos beneficiados por liminar em recurso ou em ação judicial farão prova na sequência, após o último horário de provas de candidato objeto de sorteio, relacionados em ordem alfabética em numeração sequencial.

No dia da prova - Após a identificação de cada candidato, será sorteado pelo coordenador auxiliar de aplicação da prova, perante o candidato, até 40 minutos antes do início da realização do exame, o ponto dos programas (número único para os três examinadores), individualizando a matéria a ser arguida, sobre o qual versarão as perguntas de cada um dos examinadores do candidato.

Efetuado o sorteio, cada candidato terá 30 minutos para consulta a material de seu interesse, dirigindo-se, em seguida, ao local de arguição. A utilização dos materiais de consulta segue as mesmas normativas aplicáveis aos materiais passíveis de uso quando da realização da prova escrita e prática. Durante este período, sem dilatação de tempo, será recolhida a documentação da prova de títulos a ser entregue pelo candidato.

Capa com identificação - A documentação da prova de títulos não será recebida, se não contiver capa com a identificação do concurso, modalidade de ingresso e identificação do candidato e folha ao final com o número de páginas do conjunto.

O candidato receberá recibo em que constará o número de páginas indicadas ao final da documentação, sem conferência dos títulos pelo coordenador que o firmar.

Por Gilberto Lopes/Ascom-TJPB