Conteúdo Principal
Publicado em: 26/06/2024 - 09h06 Atualizado em: 26/06/2024 - 09h48 Tags: Extrajudicial, História, Teatro

História do Extrajudicial é encenada em peça de autoria do juiz corregedor Antônio Carneiro

arte

Com emoção e leveza, um pouco da história do Sistema Extrajudicial será encenada nesta quarta-feira (26), às 20h, no Teatro Paulo Pontes, situado no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, na Capital paraibana. A peça ‘Atos e Poesia – a história dos cartórios no Brasil escrita com fé de ofício’ tem autoria do juiz corregedor Antônio Carneiro de Paiva Júnior, que, atualmente, responde pela pasta Extrajudicial da Corregedoria Geral de Justiça do TJPB. O evento é gratuito.

A direção da peça é de Erivan Lima, que também está no elenco ao lado de Anna Raquel Apolinário, Leonardo Santiago, Ana Tavares, Ademilton Barros e Isabella Cavalvante.

“A obra aborda a evolução da jornada da imprescindível atividade extrajudicial, que impulsiona e contribui com o fortalecimento dos alicerces da República e do arcabouço democrático”, explicou o magistrado Antônio Carneiro.

O trabalho foi realizado com o apoio do Tribunal de Justiça da Paraíba/ Corregedoria Geral de Justiça, Associação dos Notários e Registradores do Estado (Anoreg-PB), Associação dos Registradores Civis de Pessoas Naturais (Arpen-PB), Associação dos Registradores de Imóveis (ARI-PB), Instituto de Protestos (IEPTB), Colégio Notarial do Brasil (CNB-PB) e Japungu Agroindustrial.

Por Gabriela Parente

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611