Conteúdo Principal
Publicado em: 16/03/2011 - 12h00 Tags: Geral, Legado

Membros do TJ destacam a Justiça da PB e defendem representatividade nos tribunais superiores

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba enalteceu, na sessão administrativa desta quarta-feira (16), a disposição do desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, que terá seu nome entre os magistrados candidatos a uma vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça. O desembargador deverá compor a lista dos pretendentes na esfera federal e essa realidade é um motivo para que toda a magistratura paraibana e as representações do Estado se unam no empenho para ter um representante do Judiciário da Paraíba na Corte Superior, segundo propositura apresentada pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos.

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Nilo Luis Ramalho Vieira ao comentar a questão, destacou a importância que é a unidade do Estado, em todas suas representações institucionais para elevar um ente para os tribunais superiores. “Não podemos admitir que a Paraíba permaneça relegada a segundo plano no cenário nacional. Devemos defender nossos valores e melhorar o prestígio paraibano. O nosso Tribunal é um exemplo de empenho e vem trabalhando muito contra a morosidade”, disse ele ao se referir à presença do desembargador Márcio Murilo na lista de pretendente a uma vaga do STJ.

Mesma posição teve o vice-presidente, desembargador Leôncio Teixeira Câmara, que cobrou do Estado e das representações a conquista desse espaço nacional, observando que outros Estados e outros tribunais têm representantes à altura. “Não há motivo para que a Paraíba fique fora dessa representatividade, pois tem quadros qualificados para isso. Ele fez essa constatação ao lembrar os programas de qualificação e pos-graduação que o TJ da Paraíba tem feito.

O desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos lembrou ainda as qualidades intelectuais do magistrado, em especial na sua característica de busca incessante pela atualização do conhecimento. “Isso o qualifica ainda mais para concorrer a uma vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Os desembargadores e juízes convocados que participaram da sessão manifestaram e reforçaram a postura do TJ da Paraíba. Todos concordam que o Estado precisa ter um representante no Superior Tribunal de Justiça.

Genésio Sousa

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611