Conteúdo Principal
Publicado em: 30/04/2008 - 12h00 Tags: Geral, Legado

Tribunal Pleno remove mais três magistradas de Comarcas do interior do Estado, em sua sessão de 30 de março

 




por Evandro da Nóbrega,


coordenador de Comunicação Social do Judiciário paraibano


  


 


Em sua sessão administrativa da quarta-feira passada, 30 de abril, o Tribunal Pleno do TJ-PB decidiu remover mais três magistradas ¿ duas pelo critério de merecimento e uma por antiguidade. A juíza de Direito Isa Mônia Vanessa de Freitas Paiva, da 1ª. Vara da Comarca de Princesa Isabel foi removida para o Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Pombal.


 


Em seguida, pelo critério de antiguidade, os desembargadores e juízes convocados, integrantes da mais alta Corte de Justiça do Estado, votaram no nome da juíza de Direito Rosimere Ventura Leite para assumir a 1ª. Vara da Comarca de Pombal. A magistrada era titular da 2ª. Vara da mesma comarca.


 


Segundo informam ainda os jornalistas Fernando Patriota e Cristiane Rodrigues ¿ que cobriram esta sessão do Tribunal Pleno para a Coordenadoria de Comunicação Social do Judiciário paraibano ¿, a terceira remoção recaiu sobre o nome da juíza de Direito Gabriela de Brito Lyra Leitão Nóbrega, titular da 1ª. Vara da Comarca de Patos, que, pelo critério de merecimento, assumirá a recém- instalada 2ª. Vara da Comarca de Ingá.


 


RELATO DE VIAGEM


A sessão do Tribunal Pleno, no dia 30 de abril, também foi marcada pelo retorno do desembargador-presidente, Antônio de Pádua Lima Montenegro, à direção dos trabalhos do Tribunal Pleno ¿ já que, na sessão da quarta-feira anterior, a presidência coubera ao vice-presidente da Corte de Justiça, desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, em virtude da viagem do chefe do Poder Judiciário a Brasília, DF.


 


Sobre sua ida à Capital da República, o desembargador-presidente Antônio de Pádua disse a seus colegas de Pleno que se tratou realmente de uma viagem muito proveitosa. O magistrado esteve na Capital Federal para participar da reunião extraordinária do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil.


 


NO COLÉGIO PERMANENTE


Além disto, participou, no dia 22 de abril, da solenidade de transmissão de cargo, na Presidência daquele Colegiado: o ex-presidente da entidade, desembargador José Fernandes Filho, passou as funções que exercia ao desembargador Marcus Antônio de Souza Faver. Essa transmissão de cargo ocorreu no plenário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, em reunião extraordinária especialmente convocada para tal fim.


 


O desembargador-presidente Antônio de Pádua viajou a Brasília, DF, em companhia de sua esposa, a Dra. Maria do Socorro Brasileiro Lima Montenegro, presidente da AEMP (Associação das Esposas de Magistrados e das Magistradas da Paraíba). Também foi acompanhado pelo assessor técnico da Presidência do TJ-PB, Dr. Falbo Vieira, e pelo assessor militar da Presidência da Corte, coronel Gilberto Moura Santos.


 


NO TJ-DFT & NO STF


Ainda na terça-feira, 22 de abril, os presidentes de Tribunais de Justiça presentes à Capital da República puderam assistir à transmissão ¿ pelo desembargador Lécio Resende da Silva ¿ do cargo de presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios ao desembargador Nívio Geraldo Gonçalves.


 


No dia 23 de abril, os participantes da reunião extraordinária do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça assistiram, a partir das 16h30, à posse do ministro Gilmar Mendes como novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611