Conteúdo Principal
Publicado em: 22/03/2019 - 16h22 Atualizado em: 25/03/2019 - 08h44 Tags: Reunião GMF, SEEU

SEEU é apresentado aos juízes do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário 

Magistrados do Tribunal de Justiça da Paraíba, integrantes do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF), participaram, nesta sexta-feira (22), de uma demonstração sobre o Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), que, desde o dia 11 de março, vem sendo implantado no Judiciário estadual. A apresentação foi conduzida pelos juízes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), coordenadores do sistema, Bárbara Nardy (TJMG) e Oswaldo Soares (TJPR).

“O Sistema Eletrônico de Execução Unificado está sendo apresentado aos membros do GMF, que conhecerão as funcionalidades e tomarão ciência de quais controles e as informações que eles terão acesso, enquanto grupo de monitoração, para poderem corrigir eventuais desvios que percebam nas comarcas diversas”, explicou Bárbara Nardy. 

A magistrada acrescentou, ainda, que a implantação do SEEU está na terceira fase, que é a efetiva, o lançamento de dados referentes aos processos, prisões, solturas e incidentes. “Essa fase demanda muito cuidado, é mais complexa que a anterior, por isso é esperado que ela seja um pouco demorada. Mas, na medida em que os servidores vão sendo capacitados, ganham agilidade”, ressaltou.

Para a coordenadora dos Mutirões Carcerários, juíza Lilian Cananéa, o SEEU veio para inovar na Execução Penal. “A implantação desse sistema facilitará muito a Execução Penal, porque os cálculos já são todos inseridos. O apenado, por exemplo, fazendo jus à progressão, o SEEU dará o alerta. Nós só temos a ganhar com a instalação dessa ferramenta”, realçou.

Por Lila Santos

Compartilhar:
DICOM
Diretoria de Comunicação Institucional
  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611