Conteúdo Principal
Publicado em: 19/11/2019 - 12h51 Tags: voto de pesar, Jornalista Lena Guimarães

Terceira Câmara Cível aprova Voto de Pesar pelo falecimento da jornalista Lena Guimarães

Na abertura da sessão ordinária da Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, desta terça-feira (19), os membros do órgão fracionário aprovaram, por unanimidade, Voto de Profundo Pesar pelo falecimento da jornalista e colunista Lena Guimarães. Ela foi vítima, nessa segunda-feira (18), de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pâncreas. O autor da propositura foi o juiz convocado Aluízio Bezerra Filho.

A homenagem foi acompanhada pelos desembargadores Saulo Henriques de Sá e Benevides (presidente do colegiado), Marcos Cavalcanti de Albuquerque e Maria das Graças Morais Guedes. O procurador de Justiça Marcus Vilar Souto Maior se acostou ao voto.

Os magistrados ressaltaram o trabalho de dedicação realizado pela jornalista, bem como enfatizaram que a mesma deixará uma lacuna irreparável nos meios de comunicação do Estado, já que era uma das maiores expressões da mídia estadual.

Lena já ocupou diversas funções no jornalismo paraibano. Foi repórter, redatora e chefe de reportagem do Jornal A União, além de editora dos cadernos de Cultura, Cidades, Economia e Política no CORREIO da Paraíba. Ela também ocupou o cargo de diretora de jornalismo do Sistema Correio de Comunicação e foi secretária de Comunicação do Estado. A jornalista foi ainda editora-geral do jornal O Momento e repórter regional da Folha de S. Paulo e do Jornal do Brasil.

Há alguns anos, Lena Guimarães mantinha coluna no CORREIO da Paraíba, tida como leitura obrigatória para políticos, empresários e intelectuais do Estado. Autoridade no assunto, ela também levava suas análises dos bastidores da política aos programas Correio Debate e Jornal da Correio, ambos na TV Correio.

Por Marcus Vinícius/Gecom-TJPB


 

Compartilhar: Whatsapp
DICOM
Diretoria de Comunicação Institucional
  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611