Conteúdo Principal
Publicado em: 12/01/2024 - 11h45 Atualizado em: 16/01/2024 - 09h52 Tags: DITEC, ADMEletrônico, SEI, Cooperação

TJPB inova com Termo de Cooperação para implantação do SEI, que substituirá o ADMEletrônico

-
Ney Robson: diretor de Tecnologia da Informação

O Tribunal de Justiça da Paraíba está dando um salto significativo rumo à modernização, com a assinatura recente de um Termo de Cooperação Técnica com o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), para a adoção do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Este sistema, amplamente reconhecido por sua eficiência, promete trazer diversas vantagens para a administração pública. Em um curto espaço de tempo, será formada uma comissão dedicada à implantação do SEI, abrangendo todas as áreas do Tribunal.

O SEI substituirá o ADMEletrônico, utilizado desde maio de 2014, resultado de uma cooperação técnica com o Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT13). A transição para o SEI visa proporcionar maior eficiência operacional, alinhamento com padrões tecnológicos atuais e uma gestão documental mais dinâmica e integrada. O Sistema Eletrônico de Informações já é utilizado em vários órgãos da administração pública, incluindo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), destacando-se pela interface intuitiva e flexibilidade, que proporcionam uma gestão ágil e transparente de documentos, otimizando os trâmites processuais. O sistema SEI foi criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

“A parceria estabelecida evidencia um compromisso conjunto com a modernização dos serviços judiciários, alinhando-se às demandas do século 21. A expectativa é que a implantação do SEI seja concluída em até 180 dias, marcando uma transição crucial no cenário tecnológico do Poder Judiciário estadual”, comentou o diretor de Tecnologia da Informação do TJPB, Ney Robson Medeiros.

Ainda segundo o diretor, a implantação do SEI é mais um marco de avanço tecnológico no Tribunal. Ele lembrou que há quase 10 anos, o TJPB estava virando a chave do processo físico para o eletrônico, com a implantação do ADMEletrônico. “Hoje, com praticamente todos os processos da Corte, sejam judiciais ou administrativos, tramitando exclusivamente em meio digital, o SEI vem para avançarmos nas tecnologias disponíveis, sempre buscando a integração com os demais órgãos e deixando de ser ilhas isoladas, com aplicações específicas que somente nos distanciam da vanguarda e eliminam a possibilidade de desenvolvimento colaborativo, premissa definida pelo CNJ para a área de Tecnologia”, comentou Ney Robson.

Conforme Ney, essa iniciativa reforça o compromisso do TJPB com a abrangência e efetividade da modernização, assegurando que todos os setores possam tirar proveito das melhorias trazidas pelo novo sistema. “A mudança representa mais um passo na jornada de transformação digital do Tribunal, capacitando seus profissionais a oferecerem um atendimento judiciário mais rápido, acessível e transparente”, destacou.

Por Fernando Patriota


 

 

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611