Conteúdo Principal
Publicado em: 09/08/2018 - 16h37 Atualizado em: 09/08/2018 - 16h54 Tags: Coordenadoria da Mulher

TJPB já tem mais de 400 audiências agendadas para a Semana Justiça pela Paz em Casa

 

O Poder Judiciário estadual segue em fase de planejamento e organização da 11ª Etapa da Campanha Justiça pela Paz em Casa, que acontecerá na semana de 20 a 24 de agosto. A ação consiste em um esforço concentrado para encerrar os processos de violência contra a mulher em todo o Estado. Até o momento, a Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça confirmou o agendamento de 458 audiências para o período, somente na Região Metropolitana de João Pessoa e em Campina Grande.

Na Comarca da Capital, está prevista a realização de 201 audiências; outras 60 devem acontecer em Santa Rita; em Cabedelo, 20; e 15, em Bayeux. Na Comarca de Campina Grande, foram agendadas 162, sendo 90 audiências preliminares e 72, de instrução e julgamento. O número total deve aumentar, conforme forem confirmadas as programações de outras comarcas. 

Além das audiências, as vítimas de violência que são parte nos processos poderão contar com atendimentos da Defensoria Pública e das equipes multidisciplinares dos Juizados especializados, compostas por psicólogas e assistentes sociais. Os profissionais são capacitados a dar acolhimento e esclarecimentos necessários às mulheres, que podem chegar fragilizadas pelo enfrentamento do processo. Na Capital, o Fórum Regional de Mangabeira também contará com uma mostra de serviços ligados à violência doméstica. 

Uma equipe composta por 19 oficiais de justiça, 12 técnicos judiciários, três defensores, três promotores, quatro psicólogas, uma assistente social e três magistrados atuará nas audiências, no Fórum de Mangabeira. No entanto, durante a Semana Justiça pela Paz em Casa, haverá uma juíza despachando e sentenciando outros processos não designados, no Juizado de Violência Doméstica de João Pessoa. Em Campina Grande, também participarão dos trabalhos três juízes, com colaboração de cinco assessores, três estagiários, cinco técnicos judiciários, duas assistentes sociais e uma psicóloga.

Por Marília Araújo (estagiária)  

Compartilhar:
DICOM
Diretoria de Comunicação Institucional
  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611