Conteúdo Principal
Publicado em: 27/11/2020 - 12h57 Comarca: João Pessoa Tags: Infância e Juventude, Abraminj, Apadrinhamento

Apelo da Coinju para padrinhos levarem crianças para comemorar festas de fim de ano repercute na Abaminj

Repercutiu no site da Associação Brasileira de Magistrados da Infância e da Juventude o apelo feito pelo titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude de João Pessoa, juiz Adhailton Lacet Correia Porto, que atua, também, no Núcleo de Apadrinhamento Sorriso Infantojuvenil (Napsi) para que padrinhos afetivos de crianças e adolescentes em situação de acolhimento nas instituições da Capital possam aproveitar as comemorações de fim de ano junto aos apadrinhados. Produzida pela Gerência de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, a notícia foi ao ar nesta sexta-feira (27).

A matéria revela que o período é propício, também, para que estas crianças e adolescentes passem as festividades de Natal e Ano Novo com suas respectivas famílias ou com os pretendentes à adoção. No entanto, quem já é habilitado pelo Napsi para ser padrinho afetivo, tem a opção de aproveitar o momento junto aos apadrinhados, situação que costuma ocorrer, conforme frisou a coordenadora do Napsi, Fernanda Sattva. 

Outra ação típica do período são as ações pontuais dos chamados padrinhos sociais, como entrega de doação de brinquedos ou a realização de uma festa de Natal na própria instituição.

A matéria completa pode ser acessada, clicando em apadrinhamento.
 

Por Gabriella Guedes/Gecom-TJPB

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611