Conteúdo Principal
Publicado em: 21/07/2022 - 14h28 Atualizado em: 21/07/2022 - 16h18 Tags: GEVID, Compead, Roda de conversa

Comissão aborda enfrentamento aos assédios com 100 servidores (as) do Fórum Cível de JP

Comissão aborda enfrentamento aos assédios com 100 servidores (as) do Fórum Cível de JP
Roda de conversa da Compead com servidores do Fórum Cível

Servidoras e servidores do Fórum Cível da Comarca de João Pessoa participaram, na manhã deste quinta-feira (21), de uma roda de conversa promovida pela Comissão de Proteção e Enfrentamento ao Assédio e Discriminação (Compead) de primeiro grau, do Tribunal de Justiça da Paraíba. A presidente da Comissão e juíza titular do 6º Juizado Auxiliar Cível, da 1ª Circunscrição da Capital, Silvana Carvalho Soares, coordenou os trabalhos e foi uma das palestrantes do evento, que teve o apoio da Diretoria do Fórum e da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec).

O objetivo da ação foi ouvir questões e identificar a ocorrência dos tipos de assédio e de discriminação que, eventualmente, venham acontecer no ambiente de

Foto da Juíza Silvana Carvalho,
Juíza Silvana Carvalho

trabalho. Cerca de 60 servidores (as) acompanharam a roda de conversa pela plataforma Zoom, enquanto 40 funcionários do Fórum Cível estavam, presencialmente, na Sala de Reuniões da unidade. O encontro faz parte das atividades da Compead de primeiro grau, que estenderá a iniciativa às demais comarcas do Estado.

“O evento foi extremamente positivo. Conseguimos ouvir relatos dos servidores, de uma maneira informal e clara. Dentro do nosso planejamento está a meta de, também, envolver os gestores do primeiro e do segundo graus do Poder Judiciário estadual, com a mesma finalidade", ressaltou Silvana Carvalho, que  faz parte da Comissão de Prevenção e Enfrentamento aos Assédios e Discriminação do primeiro e Segundo Grau do TJPB.

-
Psicóloga Penha Pontes, Gerente da Gevid do TJPB, Dra. Valéria Beltrão e Juíza Silva Carvalho

Quem também fez uma explanação sobre o tema foi a gerente de Qualidade de Vida (Gevid), do Poder Judiciário estadual, Valéria Beltrão. Ela orientou os servidores a respeito do procedimento que devem ser tomados, nos casos de qualquer tipo de assédio, entre eles o moral, sexual, virtual e psicológico. “Uma reunião excelente, muito proveitosa, onde foram realizadas orientações e tiradas muitas dúvidas sobre o assunto”, destacou a gerente.

Denúncia - A Comissão de Proteção e Enfrentamento ao Assédio é Discriminação do TJPB trabalhou na construção de cartilha informativo e o procedimento para recebimento das notícias de assédio e discriminação, com a garantia do sigilo das informações repassadas pelas vítimas. Para tanto, na página da Comissão, consta a constituição da Comissão e seus integrantes , cartilha informativa e o procedimento administrativo, além de  formulário de denúncias que  pode ser acessado através do link https://www.tjpb.jus.br/compead. As denúncias poderão ser realizadas  tanto pela vítima ou por terceiros que tomem conhecimento dos fatos, sendo vedado o anonimato, com acesso pelo link https://www.tjpb.jus.br/compead/formulario-de-notificacao-de-assedio-discriminacao.

Por Fernando Patriota

-
-
-
-
-
GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611