Conteúdo Principal
Publicado em: 13/01/2020 - 18h05 Tags: Nupemec

Diretores do Nupemec e juízes-coordenadores dos Centros de Conciliação traçam ações para 2020

Traçar o plano de atividades do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça da Paraíba (Nupemec) e dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) para 2020. Este foi o objetivo principal da reunião realizada na manhã desta segunda-feira (13) na sede da Escola Superior da Magistratura da Comarca de Campina Grande. 

O encontro de trabalho, que também avaliou as ações desenvolvidas no ano de 2019, contou com a participação do diretor do Nupemec, desembargador Leandros dos Santos, dos diretores adjuntos do Núcleo, juízes Fábio Leandro, Antônio Carneiro e Bruno Azevedo e dos coordenadores dos Centros de Conciliação das diversas comarcas do Estado, magistrados Ivna Mozart (Campina Grande), Anderley Ferreira (Sapé), Antônio Eugênio (Conceição), Alessandra Varandas (Areia), Agamenilde Dantas (João Pessoa), Judson Kildere (Rio Tinto), Ana Amélia Andrade (João Pessoa), Kleyber Thiago Trovão (São João do Rio do Peixe), Renato Levi (Catolé do Rocha), Pedro Davi Alves (Piancó), Matheus Francisco Rodrigues (Pombal) e Dayse Maria Pinheiro (Cajazeiras).

O desembargador Leandro dos Santos considerou positiva a reunião. “Qualquer atividade, hoje, exige gestão e, por esta razão, nos reunimos, objetivando, exatamente, a preparação das atividades que almejamos desempenhar e cumpri no ano de 2020. Ouvimos sugestões no sentido do melhoramento das nossas atividades e, também, pedidos em relação a uma melhor estruturação”, afirmou. 

Ele disse que os Cejuscs, hoje, são atividade-fim e, como tal, se assemelha a uma unidade Judiciária, necessitando contar com mais servidores. “Expandimos muito no ano de 2019, temos 45 Cejuscs por todo o Estado, mas, agora, precisamos fazer esses 45 Centros funcionar a contento, cumprindo fielmente o nosso papel que é desenvolver a política de conciliação e de mediação do nosso Tribunal de Justiça”, ressaltou.

Já a juíza Ivna Mozart disse que estreitar o relacionamento entre os Cejuscs e o Nupemec, além de facilitar a interlocução entre o diretor, diretores adjuntos e coordenadores, foi outro ponto importante da reunião. A magistrada destacou que o encontro mostra o traço participativo da gestão.

Na oportunidade, os diretores e juízes-coordenadores apresentaram relatórios das atividades realizadas em 2019 e sugestões de práticas e procedimentos para o ano em curso. “Foram discutidos, além de outros assuntos, a importância da observância da Meta 3 do CNJ, o incremento da força de trabalho junto aos Cejuscs, a relevância da adesão a práticas autocompositivas como critério a ser considerado por ocasião de promoções e remoções de magistrados, bem como a uniformização de procedimentos em todo o Estado”, informou Ivna Mozart.

Gecom-TJPB

Compartilhar: Whatsapp
DICOM
Diretoria de Comunicação Institucional
  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611