Conteúdo Principal
Publicado em: 11/11/2022 - 13h17 Atualizado em: 11/11/2022 - 13h20 Tags: CGJ, 90º ENCOGE, Salvador

Juiz corregedor Ely Jorge Trindade representa a CGJ-PB durante abertura do 90º ENCOGE realizado em Salvador

-
Solenidades de abertura do 90º ENCOGE

O juiz corregedor Ely Jorge Trindade representou a Corregedoria Geral de Justiça da Paraíba durante a abertura dos trabalhos do 90º Encontro do Colégio de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (Encoge), ocorrida nessa quarta-feira (9), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador-BA. Na quinta-feira (10), o magistrado e o corregedor-geral de Justiça, desembargador Fred Coutinho, participaram dos debates do evento. Após a conclusão do Encoge, iniciou-se nesta sexta-feira (11), no mesmo local, o 2º Fórum Nacional Fundiário.

Com tema “Cooperação, tecnologia e cidadania: Corregedorias sem fronteiras”, o 90º Encoge reuniu as Corregedorias do País para debates sobre tecnologias

-
Juiz corregedor Ely Jorge

aplicadas à gestão da Justiça; perspectiva de gênero e o seu impacto na atuação interna e externa do Poder Judiciário; Sistema Eletrônico de Registro Público para a área extrajudicial; entre outros temas apresentados em painéis.

“Foram debates muito produtivos. Uma experiência importante para aprimorar o trabalho das Corregedorias e a prestação jurisdicional. Além disso, discutimos avanços recentes relacionados ao Extrajudicial, como a implantação do Sistema Eletrônico de Registro Público em todo o território nacional”, apontou Ely Jorge Trindade. 

O propósito do Encoge é aproximar os atores da justiça e possibilitar o enriquecimento jurídico, por meio da realização de debates, compartilhamento de dados e ferramentas de gestão para o aprimoramento dos serviços ofertados pelo Poder Judiciário e Serventias Extrajudiciais.

FÓRUM –  Nesta sexta-feira (11), foram iniciados os debates do 2º Fórum Nacional Fundiário, evento em que os corregedores presentes vão tratar sobre entraves e soluções existentes entre o Município e o Registro de Imóveis; regularização fundiária nas fronteiras agrícolas; a importância do registrador na regularização fundiária, entre outros temas.

(fotos: Rondinelli Ribeiro)

Por Gabriela Parente

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611