Conteúdo Principal
Publicado em: 06/04/2021 - 11h23 Atualizado em: 07/04/2021 - 17h56 Comarca: João Pessoa Tags: Infância e Juventude, Wokshop em Seminário do CNJ

Juiz paraibano mediará Wokshop em Seminário do CNJ no dia 15 de abril

 

Juiz Adhailton Lacert Porto

O juiz Adhailton Lacet Porto, titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Capital e vice-presidente do Colégio de Coordenadores da Infância e da Juventude dos Tribunais de Justiça do Brasil, foi convidado pela Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do Conselho Nacional Justiça (CNJ) para atuar como moderador do Workshop 2 – Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional na Primeira Infância, das 14h às 18h, no dia 15. A iniciativa faz parte do Seminário do Pacto Nacional pela Primeira Infância – Região Nordeste, a ser realizado nos dias 15 e 16 de abril de 2021, por meio da plataforma Cisco WEBEX, com transmissão pelo canal YouTube do CNJ.

Para o magistrado, o Seminário tem uma enorme importância porque é um evento nacional. “É com muita honra que recebo esse convite para mediar o Workshop 2, momento em que espero dar meu contributo, além de ser uma satisfação poder representar o Tribunal de Justiça da Paraíba”, disse Adhailton Lacet.

Sobre o tema do Workshop, o magistrado comentou que a primeira infância (0 a 6 anos) é uma fase importantíssima e fundamental para a criança. “É nessa fase onde a criança precisa se alimentar bem, precisa ter uma atenção mais voltada para sua evolução, para sua educação. Tudo tem que ser devotado com muito mais rigor na primeira infância e não podia ser diferente com a saúde e segurança alimentar”, acrescentou.

De acordo com Marcus Livio Gomes, secretário especial de Gestão Estratégica do CNJ, o  Seminário estava programado para acontecer nos dias 30 e 31 de março do ano passado, em Recife-PE e foi adaptado para o formato on-line, em decorrência da necessidade de continuidade do isolamento social para contenção da pandemia de covid-19. “A adesão ao Pacto Nacional pela Primeira Infância pelos atores da rede de atenção à primeira infância da região Nordeste será realizada de forma remota, por meio de assinatura digital”, explicou.

Por Gabriella Guedes/Gecom-TJPB