Conteúdo Principal
Publicado em: 15/01/2021 - 14h29 Atualizado em: 25/01/2021 - 09h06 Comarca: João Pessoa Tags: Sustentabilidade, TJPB, Copos não descartáveis

Sustentabilidade: TJPB entregará mais de 4 mil copos não descartáveis aos fóruns do Estado a partir desta segunda

O Tribunal de Justiça da Paraíba iniciará, nesta segunda-feira (18), a entrega de cerca de 4.300 copos não descartáveis às unidades judiciárias de todo o Estado, visando à redução do consumo e a preservação do meio ambiente. A medida integra o Plano de Logística Sustentável (PLS) do TJPB, desenvolvido no ano passado, que elencou ações voltadas ao cumprimento das diretrizes estabelecidas pela política nacional de sustentabilidade, adaptadas à realidade local.

De acordo com o presidente do Tribunal, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, cada servidor chegava a utilizar até mil copos descartáveis ao ano, impacto que será diminuído consideravelmente. O presidente ressaltou que a entrega dos copos é mais uma prática alinhada aos cuidados com o meio ambiente, entre outras que a gestão também executou.
 

Presidente Márcio Murilo

“Fizemos a substituição do sistema de ar condicionado por um modelo mais moderno e econômico, que reduz o consumo de energia, como, também, trocamos as lâmpadas convencionais por LED. Realizamos, ainda, vários convênios com prefeituras para instalarmos placas solares nos fóruns e talvez consigamos inaugurar o sistema de energia solar em uma das unidades ainda este mês”, declarou Márcio Murilo.

Segundo o gerente de Apoio Operacional do TJPB, Brunno José Lins Lima Cavalcante, que responde, também, pela Gerência de Material, Patrimônio e Acervo, a intenção é concluir a entrega dos copos até o final da próxima semana às diretorias dos fóruns. 

“Caberá aos diretores repassarem o material aos devidos setores. Com isso, intencionamos reduzir o máximo possível o uso dos copos descartáveis. Em 2020, fizemos uma redução de mais de 70% deste fornecimento, por conta do teletrabalho, deflagrado em decorrência da pandemia”, revelou.

Responsável pelo Plano de Logística Sustentável, a gerente de Pesquisas Estatísticas do TJPB, Renata Grigório, afirmou que desde março o Tribunal passou a gerar relatórios, observando aspectos relacionados ao consumo de papel, descartáveis, água engarrafada, energia elétrica, água e esgoto, combustível, entre outros.

O Plano também visa implementar uma melhor gestão de resíduos, qualidade de vida no ambiente de trabalho, serviços de telefonia, higiene, limpeza, contratos, aquisições sustentáveis, além de capacitar servidores e magistrados em educação socioambiental.

Por Gabriela Parente / Gecom - TJPB