Conteúdo Principal
Publicado em: 13/05/2024 - 10h53 Atualizado em: 13/05/2024 - 20h49 Comarca: São José de Piranhas Tags: catástrofe, RS, São José de Piranhas

Comarca de São José de Piranhas destina R$ 30 mil às vítimas do Rio Grande do Sul

Juiz Ricardo Henriques
Juiz Ricardo Henriques

A Comarca de São José de Piranhas destinou R$ 30 mil às vítimas da catástrofe que atingiu o Rio Grande do Sul. A doação, assinada pelo juiz Ricardo Henriques Pereira Amorim, tem como base o Ato Conjunto nº 03/2024 da Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e Corregedoria-Geral de Justiça, autorizando os repasses de valores depositados como pagamento de prestações pecuniárias e outros benefícios legais à conta da Defesa Civil do RS.

O juiz Ricardo Henriques Pereira Amorim destaca a importância da ação solidária promovida pelo Poder Judiciário da Paraíba. “Neste contexto desafiador das recentes enchentes, o povo da Comarca de São José de Piranhas presta sua contribuição ao Rio Grande do Sul. É importante destacar a solidariedade expressada pelo Poder Judiciário paraibano com os gaúchos e toda a sociedade civil que se organizou para os salvamentos e consolações aos brasileiros que sofrem”, enfatizou.

O magistrado ressalta, ainda, que em momentos de crise como esse, a união de todos faz a diferença na ajuda às pessoas afetadas pela tragédia. “Tal colaboração evidencia a importância da união nacional diante de calamidades naturais, demonstrando a essencialidade da cooperação entre diferentes regiões do país em momentos de crise, enquanto promove a esperança e a resiliência em meio às adversidades”, completou.

Para efetuar o repasse, o magistrado considerou a disponibilidade financeira da Unidade Judiciária, juntando-se à corrente humanitária, como forma de amenizar as consequências que vive o povo gaúcho.

Devido às fortes chuvas que caem sobre o Estado do Rio Grande do Sul, diversos municípios estão sendo afetados pelas inundações, resultando em famílias desalojadas, mortos e desaparecidos. O Estado encontra-se em cenário catastrófico, necessitando de itens básicos de sobrevivência.

Os repasses do Judiciário paraibano já somam R$ 85 mil, desde que o Ato Conjunto nº 03/2024 entrou em vigor. Também destinaram recursos ao Rio Grande do Sul, as Comarcas de Serra Branca (R$ 35 mil) e Conceição (R$ 30 mil) e o Juízo Criminal de Alagoa Grande (R$ 20 mil).

Por Nice Almeida

 

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611