Conteúdo Principal
Publicado em: 29/03/2021 - 12h18 Atualizado em: 29/03/2021 - 12h28 Comarca: Campina Grande Tags: Infância e Juventude, Infância e Juventude, Entrega de certificados, Jovens socioeducandos

Magistrados participam de solenidade virtual de entrega de certificados a jovens socioeducandos

Por meio de videoconferência, os magistrados Perilo Lucena e Hugo Gomes, que atuam na Vara da Infância e Juventude da Comarca de Campina Grande, participaram, na última sexta-feira (26), da solenidade de entrega de certificados a 18 jovens socioeducandos internos do Complexo do Lar do Garoto, que concluíram o curso de Aprendizagem Profissional de Qualificação em Serviços Administrativos. A formação ocorreu durante treze meses e o encerramento estava previsto para esta segunda-feira (29), mas devido ao Decreto Estadual, antecipando os feriados, a cerimônia de conclusão também foi antecipada.

A iniciativa pioneira foi fruto de parceria entre Governo do Estado (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e da Fundac), Tribunal de Justiça da Paraíba, Ministério Público do Trabalho (Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região), a Superintendência Regional do Trabalho, o Ministério Público estadual, a Defensoria Pública, a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio/PB) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-PB).

Juiz Perilo Lucena

Durante o evento virtual, o juiz Perilo Lucena destacou o fato dos jovens aprendizes terem aberto mão da liberdade, pois poderiam já ter saído, por um propósito bem maior, que foi participarem do curso. “Todos vão sair melhores do

Juiz Hugo Zaher

que entraram”, ressaltou. Já o juiz Hugo Gomes, que participou da solenidade de

abertura do curso profissionalizante, destacou a alegria do momento de todos que fizeram o projeto acontecer e que a turma dos formandos representava uma forma positiva na socioeducação. “Vocês estão saindo da socioeducação como exemplo para os outros jovens que cumprem medidas socioeducativas, para vocês mesmos, suas famílias e a sociedade. A partir do momento em que há uma aderência a um projeto como este, isto se torna transformador”, enfatizou, realçando que os jovens respeitaram e cumpriram o compromisso, como uma demonstração de maturidade.

Para o diretor do Lar do Garoto, Luiz Antônio da Silva Sousa, o curso foi concluído com êxito, se tornando um momento sem precedentes e que foram meses de persistência, paciência e resiliência. “Hoje, com a finalização do Curso de Aprendizagem, eu recebi o meu maior pagamento, desde que entrei na Fundac. Uma gama de emoções nesse momento, onde surge uma luz na vida de tantas famílias. 18 socioeducandos estão voltando para suas casas, e cada um, com uma nova oportunidade”, pontuou, agradecendo aos parceiros e a equipe do Lar do Garoto.

Acompanharam, também, a solenidade de formatura dos jovens aprendizes os representantes do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), procuradores, Raulino Maracajá e Edlene Lins Felizardo (coordenadora regional da Coordinfância/MPT); a chefe da Seção de Assistência Psicossocial Infracional da Vara da Infância e Juventude de Campina, Luciana Mickaelli King; o procurador do Lar do Garoto, Alysson Filgueira Carneiro Lopes da Cruz, do presidente da Fundac, Noaldo Meireles, além de representantes do Senac e da empresa AeC, que contratou os jovens formandos.

Por Lila Santos/Gecom-TJPB com participação da Ascom (MPT-PB)

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611