Conteúdo Principal
Publicado em: 24/01/2020 - 11h31 Atualizado em: 23/09/2020 - 15h27 Tags: Ouvidoria do TJPB, Novo Sistema de Comunicação

Ouvidoria do TJPB implanta novo sistema de comunicação e agiliza a resolutividade das demandas

Desembargador José Aurélio da Cruz

Em 2019, a Ouvidoria do Tribunal de Justiça da Paraíba teve como grande destaque a implantação do novo sistema de comunicação, que agiliza a resolutividade das demandas aportadas. No período, o órgão registrou um total de 4.706 manifestações recebidas pelos jurisdicionados, das quais 4.066 foram resolvidas, o que corresponde a 87% do montante, ficando, apenas, 640 pendentes de análise pelas unidades responsáveis pelas informações. Os tipos de manifestação recebidas pela Ouvidoria podem ser reclamação, pedido de informação, elogio, sugestão, denúncia e crítica. 

Para o ouvidor-geral do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador José Aurélio da Cruz, o percentual atingido de resolução das manifestações na Ouvidoria resulta do bom trabalho desenvolvido pelo órgão. “O novo sistema nos ajudou muito, fazendo com que o atendimento ao cidadão fosse o mais rápido possível. Temos um trabalho integrado na Ouvidoria e a expectativa para 2020 é que o atendimento seja ainda melhor e superior ao ano passado”, enfatizou.

De acordo com a assessora do órgão, Francis Figueiredo Santos, a implantação do novo sistema de comunicação, ocorrida no mês de agosto, foi inovadora, porque o jurisdicionado tem um feedback automático a cada vez que a manifestação feita sofre alguma alteração. “Ele foi um divisor de águas. Além de modernizar, unificou todas as etapas da demanda em um único sistema. Embora esteja em pleno funcionamento, ele vem sendo adaptado a nossa realidade. As alterações estão sendo analisadas pela Diretoria de Tecnologia da Informação do TJPB e serão disponibilizadas por meio de novas versões”, afirmou a assessora. O sistema implantado foi adquirido por meio de um convênio com o Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT-13ª Região) e adaptado às necessidades do Tribunal de Justiça. 

Outro destaque do setor no ano passado foi a participação do desembargador José Aurélio da Cruz no 5º Encontro do Colégio Nacional de Ouvidores Judiciais (Cojud), realizado em Natal no mês de setembro. O evento foi considerado uma verdadeira troca de experiências na busca efetiva de soluções para os mais variados problemas vivenciados pelas ouvidorias dos tribunais.

Perspectivas para 2020 – Neste ano, segundo Francis Figueiredo, um dos objetivos é desenvolver um trabalho de conscientização junto às unidades judiciárias e administrativas do TJPB quanto à necessidade de, no prazo estabelecido pela Resolução 09/2013, prestar as informações solicitadas pela Ouvidoria, utilizando, exclusivamente, o novo sistema. “Queremos aprimorar, ainda mais, o serviço oferecido ao cidadão, buscando alcançar a excelência no atendimento às demandas”, destacou.

Além disso, a ideia é acompanhar a evolução das novas versões do sistema de comunicação, previstas para ser disponibilizadas durante o ano. “Isso resultará no aumento do grau de resolutividade e na melhoria dos serviços prestados à sociedade”, disse.

Por Celina Modesto / Gecom-TJPB

Compartilhar: Whatsapp
DICOM
Diretoria de Comunicação Institucional
  • imprensatjpb@gmail.com
  • (83) 3216-1611