Conteúdo Principal
Publicado em: 13/07/2018 - 12h16 Atualizado em: 13/07/2018 - 12h30 Tags: Infância e Juventude, Padrinho Legal

Portal da Abraminj repercute Projeto Meu Padrinho Legal

O portal da Abraminj (www.abraminj.org.br) repercutiu, nesta sexta-feira (13), matéria produzida pela Diretoria de Comunicação do TJPB sobre o Projeto Meu Padrinho Legal. A iniciativa foi desenvolvida pelo Núcleo de Apadrinhamento da 1ª Vara da Infância e Juventude de João Pessoa. Foram legalizados apadrinhamentos de 19 crianças e adolescentes em situação de acolhimento na Capital, que tiveram a oportunidade de conviver com padrinhos sociais ou afetivos. Com restrições quanto à saúde física ou mental, sete foram apadrinhados.

Instaurado em maio de 2017, por meio da Portaria nº 001/2017, assinada pelo juiz Adhailton Lacet Correia Porto, titular da referida Vara, o Projeto tem por objetivo proporcionar apoio e convivência familiar e comunitária a crianças e adolescentes acolhidos, maiores de 8 anos e/ou com deficiências física ou mental, por meio de apadrinhamento afetivo, financeiro, ou social.

Na opinião do magistrado, a execução do ‘Meu Padrinho Legal’ é importante por ser uma forma efetiva de viabilizar o convívio familiar para as crianças e adolescentes que “têm raríssimas chances de serem adotados, porque estão fora do perfil preferido pelos pretendentes à adoção”.


Leia a matéria na íntegrahttp://www.abraminj.org.br/noticia.php?id=2354

GECOM - Gerência de Comunicação
  • Email: comunicacao@tjpb.jus.br
  • Telefone: (83) 3216-1611