Conteúdo Principal

Whatsapp

Data de publicação: 20/08/2021 - 11h44 Tags: Credores de precatórios, Golpes, Whatsapp

TJPB alerta credores de precatórios sobre riscos de golpes efetuados através de WhatsApp

Tendo em vista a suspeita de casos de golpes, onde estão sendo vítimas credores de precatórios, o Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio da Gerência de Precatórios, faz o alerta de que não envia mensagens via WhatsApp ou efetua ligações cobrando valores referentes aos créditos. Em caso de dúvidas, devem entrar em contato com a Gerência pelo número 83991452283 ou no e-mail institucional geprec@tjpb.jus.br . Juiz auxiliar da Presidência, Giovanni Porto O juiz auxiliar da Presidência, Giovanni Porto, responsável pela pasta de precatórios, explicou que o Tribunal de Justiça tem envidado...
Data de publicação: 12/02/2019 - 18h34 Comarca: Sapé Tags: Whatsapp

Atendimento Remoto: Advogados obtêm informações processuais por WhatsApp na Comarca de Sapé

Os advogados que têm processos em tramitação na 1ª Vara Mista da Comarca de Sapé, distante 65Km da Capital, a partir de agora, poderão obter informações processuais por via WhatsApp, através do número (83) 9 9315-0581. Trata-se do Atendimento Remoto de Advogados, projeto implantado pelo titular da unidade judiciária, juiz Anderley Ferreira Marques, por meio da Portaria nº 001/2019, publicada no Diário da Justiça eletrônico dessa segunda-feira (11). O atendimento acontece durante o horário de funcionamento do Fórum, das 7h às 14h. O projeto foi desenvolvido a partir de reclamações de advogados...
Data de publicação: 20/12/2018 - 12h25 Comarca: Pedras de Fogo Tags: Whatsapp

Whatsapp agiliza audiência de conciliação e encerra processo na Comarca de Pedras de Fogo 

A juíza Higyna Josita presidiu a audiência Por meio da conciliação, e com a utilização do aplicativo de mensagem Whatsapp, foi encerrada, nessa quarta-feira (19), uma ação de alimentos que tramitava na Comarca de Pedras de Fogo. Como a audiência, conduzida pela juíza Higyna Josita Simões de Almeida, contava apenas com a presença da parte autora, o acordo foi iniciado a partir de uma ligação telefônica para o réu, que sugeriu o valor para a pensão, prontamente aceito pela outra parte. A magistrada, após conseguir um acordo entre as partes, fixando o valor para pagamento de pensão para os...
Subscrever RSS - Whatsapp