Conteúdo Principal

Boas práticas

Data de publicação: 11/01/2024 - 11h29 Tags: CNJ, Nupemec, Boas práticas

Coordenador do Nupemec avalia novos projetos de Conciliação e Mediação aprovados pelo CNJ

Mais seis projetos foram aprovados e incluídos no Portal de Boas Práticas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Cinco iniciativas passam a fazer parte do Eixo Conciliação e Mediação e uma foi adicionada ao Eixo Justiça e Cidadania. Todos os projetos precisam seguir critérios como eficiência, qualidade, criatividade, exportabilidade, satisfação pelo usuário dos serviços jurisdicionais, alcance social e desburocratização. As cinco novas ações aprovadas para o Eixo Conciliação e Mediação são voltadas a solucionar conflitos para além do modelo judicial tradicional. Uma dessas iniciativas,...
Data de publicação: 20/09/2023 - 17h39 Tags: Remígio, Innovare, Boas práticas

Membros da Corregedoria conhecem projeto ‘Hortas para a Liberdade’, que concorre ao Prêmio Innovare

remígio
Visita à cadeia pública de Remígio O corregedor-geral de Justiça, desembargador Carlos Beltrão, e o juiz-corregedor Antônio Carneiro, conheceram a horta da Cadeia Pública da Comarca de Remígio onde os reeducandos têm cultivado pimentas e aprendido sobre o processo de plantio e a preparação de molhos e conservas. A ação faz parte do Projeto ‘Hortas para a Liberdade’, que funciona em parceria com o Judiciário local e confere aos apenados a remição da pena por conta dos dias trabalhados. No local de produção também é feito o envasamento e armazenamento da Pimenta Vila Branca. “Boas práticas que...
Data de publicação: 09/02/2023 - 11h02 Tags: Coordenadoria da Mulher, Mulher, Violência, Boas práticas

Coordenadoria da Mulher realiza boas práticas voltadas a uma prestação jurisdicional célere e diferenciada

Por meio das boas práticas efetuadas pela Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, o Poder Judiciário estadual vem dando continuidade ao enfrentamento e o combate a todo tipo e forma de violência contra a mulher paraibana. Os trabalhos primam por ofertar uma prestação jurisdicional célere e diferenciada, acompanhada de atendimento psicossocial destinado às vítimas e seus filhos, com alcance, também, na figura do agressor, almejando atacar a reincidência. Instituída, no âmbito do TJPB, pela Resolução nº 18/2012 e regulamentada pela Portaria nº 15/2017 do Conselho...
Subscrever RSS - Boas práticas